botão whatsapp

Indicadores de competitividade auxiliam decisões

  • Blog
  • Artigo
  • Indicadores de competitividade auxiliam decisões

Um negócio é tão bom quanto se pode mensurar. Podemos demonstrar, com indicadores de competitividade, o benefício que ele consegue alcançar…

…em relação aos seus concorrentes de mercado. Preparamos o texto abaixo para abordar o tema, mostrando o que são esses indicadores e como implementá-los na empresa. Boa leitura!

Mas afinal, o que são indicadores de competitividade?

Eles podem ser conceituados como um modelo de indicador de desempenho, para ajudar a otimizar sua gestão empresarial, analisando sua posição de mercado, em comparação com outros players.

Há muitas formas de mensurar a competitividade: por meio de ROI (retorno sobre o investimento), indicadores de produção, parcela de mercado, qualidade e etc. Cada gestor é responsável por escolher os indicadores mais eficazes para o seu negócio, departamento ou equipe.

Assim, a tendência é que os KPIs sejam empregados para otimizar os processos da empresa, levando em conta a qualidade ao simplificá-los, vez da quantidade. É fazer com eficácia o que vai ter eficiência.

Indicador de competitividade 1: Market Share (Parcela de Mercado)

O sucesso empresarial é apontado por esse indicador, pois há muita competição em praticamente todos os setores. Ele demonstra o quão destacada a empresa está em seu nicho. Cada empreendimento usa formas  eficientes para calcular seu market share (e dos concorrentes): base de clientes, ticket médio, receita líquida, etc.

Indicador de competitividade 2: ROI

Esse índice detecta quais problemas podem ter levado a um retorno negativo do capital investido em um determinado segmento.

Indicador de competitividade 3: Eficácia

Dependendo do setor da empresa, este indicador pode se embasar no volume de itens fabricados, número de serviços oferecidos, faturamento de vendas, entre outros, sem pensar exatamente na forma como são feitos.

Indicador de competitividade 4: Recursos Humanos

Esse índice está diretamente ligado ao time que sua empresa consegue montar para suportar o crescimento e cuidar da base existente. Quer um exemplo?

Se, ao monitorar a rotatividade de funcionários, perceber um aumento, você pode rever o investimento em capital humano e nas políticas de RH atualmente empregadas.

Ok mas, como incorporar isso à empresa?

Primeiro é importante definir quais índices serão utilizados por você, qual a periodicidade para análise dos dados gerados à partir dele e então acompanhar no seu dia a dia.

Reunião semanais ou quinzenais com o seu time ajudam a dar feedbacks a respeito de como estes índices estão ou não sendo atingidos, ações de correção e coleta de sugestões à despeito de algo que eles possem estar enxergando, já que lidam diretamente com o cliente.

Agora, conhecendo a sua empresa como só você conhece, é hora de por tudo em prática, ou seja, quais são as áreas problemáticas, e aquelas que mais geram valor ao negócio. Com essa análise será mais fácil a escolha dos seus indicadores.

Gostou do artigo?

Entre em contato conosco para saber mais sobre ERP e como e aplica-lo à sua empresa.

© 2021 Dataplace Business Solution. Todos os direitos reservados.